Por que uso Mapas Mentais?

//Por que uso Mapas Mentais?

Primeiro logo rabiscado na sala do cursinho

A tempos tenho percebido uma enorme dificuldade em armazenar a longo prazo o conteúdo que venho estudando durante a vida, de personalidade ISTP (aqui) tudo para mim deve ter uma certa prática ou mesmo uma aplicabilidade mental, visualizar o processo e o acontecimento torna para mim tudo mais compreensível.

Tanto na faculdade como no ambiente do cursinho pude observar a dificuldade das pessoas de reter informação, ora por não ter um método efetivo de estudo, ora por estudar toneladas de conteúdo em pouco tempo. Chegava a notar situações engraçadas, meus colegas que sempre estudavam próximo as datas de prova viravam noites na semana com a finalidade apenas de passar com uma boa nota (isso sem contar com a criatividade de outros quanto ao uso de métodos ilegais), mas via estas mesmas pessoas no semestre seguinte reestudando pré requisitos do semestre anterior.

Eu mesmo não me lembro de tudo que estudei, mas gostaria de lembrar sem ter que gastar um novo tempo reestudando. Foi ai que comecei a experimentar métodos diferentes de estudo, aprimorando as anotações em aula e o estudo em casa. Nos diversos métodos que usei destaco o Mapa Mental sistematizado pelo inglês Tony Buzan, realmente me adaptei bem, fiz algumas modificações e hoje costumo fazer mapas condensados resumindo uma grande quantidade de assunto em uma só página.

É nesta iniciativa que compartilho meu material pessoal que talvez possa ser útil a outras pessoas, não no intui de servir de atalho e substituir o estudo na íntegra, mas para experimentar uma forma de organização mental e obter uma visão macro do conteúdo, eu acredito que este seja o ponto chave para recordar algo, quando tudo esta organizado em suas devidas categorias e subcategorias o acesso a informação é rápida e precisa.

By | 2018-01-13T02:58:17+00:00 Março 30th, 2016|blog|0 Comments

About the Author: